Bienal de Veneza 2019 *suspiro*
publicado em Geral a 14 de Janeiro de 2020
Sem comentários

Foi uma experiência de tirar o fôlego. Algo que jamais imaginaria um dia fazer: em conjunto com o compositor Nuno Costa, preparar uma ópera contemporânea (em que escrevi o libreto), vê-la seleccionada entre cerca de 40 candidaturas internacionais e, então, assistir à sua estreia mundial no palco da reputadíssima Bienal de Veneza. Foi um ano de muitas idas a uma cidade que, por si só, é uma porta de entrada para um sonho (fazer tudo a pé ou de barco, sem o ruído dos automóveis por perto dias a fio!). Ver as minhas personagens sobre o palco, tão bem interpretadas por cantores profissionais, num contexto por fim musical, reuniu num só projecto os meus dois passatempos favoritos, a literatura e a música – o que melhor poderia acontecer?… Nem tenho melhores palavras para descrever.

Em breve será lançado a gravação da ópera. Estejam atentos!

Sem comentários.



Sem comentários.


Deixe um comentário.