Ópera

A ópera de câmara La Meccanica del Colore, de Nuno Costa e Madalena Nogueira dos Santos, é uma das quatro seleccionadas para se estrear no 63.º Festival Internacional de Música Contemporânea, no âmbito da Bienal de Veneza. Sob a direcção artística do compositor italiano Ivan Fedele, o festival realiza-se de 27 de Setembro a 6 de Outubro, apresenta 16 espectáculos de um total de 30, dos quais 19 são estreias absolutas, 12 comissariados pela bienal e 11 estreias italianas.

A ópera do compositor português, com libreto de Madalena dos Santos, foi uma das quatro escolhidas, de um concurso internacional destinado a equipas de compositores e libretistas, com idades abaixo dos 35 anos, para apresentarem quatro projetos de teatro musical de baixo orçamento, com um tema cómico, surrealista, fantástico e/ou lúdico, com uma duração não superior a 18 minutos, como se lê no sitee da Bienal.

A estreia da peça aconteceu no dia 6 de outubro, durante o Festival.

(Excertos das notícias no Publico.pt e RTP.pt)

Ver também:
Site oficial do compositor – AQUI.
Artigo no “The Portuguese Portal of Fantasy and Science Fiction” – AQUI.
Entrevista no “Litortura Nacional” – AQUI.
Entrevista com Alfredo Behrens – AQUI.